Blog post

Como você organiza a sua rotina?

17 de outubro de 2018Jessica Moraes

Não vim trazer processos elaborados de organização, desculpe se já comecei frustrando você. Mas vim conversar justamente sobre isso: até que ponto o excesso de organização é saudável? Vivi algumas situações e explico para vocês.

No meu último emprego a gente usava alguns sistemas de organização, o que é ótimo! Regula a produtividade dos colaboradores, gere o tempo de forma otimizada e identifica gargalos. Mas eram mais de três metodologias. Isso mesmo, mais de três. O que era pra simplificar acabou virando um processo complexo e demorado, visto que os funcionários precisavam se dedicar a aprender e desenvolver métodos organizacionais novos e implementar no dia a dia.

Não vim para conceituar e discorrer sobre coisas técnicas da organização, nem é meu objetivo aqui. Como algumas pessoas que vêm aqui já sabem, o objetivo deste canal de comunicação é viver a vida de forma mais simples.

Posto isso, a organização também tem que ser algo simples. E principalmente, algo que faça sentido exclusivamente pra você. Trago essa bomba mesmo: organização não é igual pra todo mundo. O jeito que eu organizo minha vida pode ser diferente do seu jeito. Cada um tem o seu método. E a gente só descobre testando.

Pois bem, eu testei. No quesito organização e planejamento da rotina diária, testei bujo (o famoso bullet journal), que consiste em você diagramar manualmente sua própria agenda ou planner; testei planilhas (sou viciada em planilhas e elas geralmente me ajudam muito), testei aplicativos e nenhumas dessas opções vingou.

O que deu certo mesmo foi a famosa agenda de papel. Aquela com uma folha pra cada dia. Eu simplesmente anoto o que eu preciso fazer em cada horário do meu dia e pronto. Simples assim.

Mas não foi sempre assim.

Veja: a agenda de papel só me ajudou agora, que minha vida mudou pra dinâmica home-office. Quando eu era estudante, por exemplo, agenda de folha diária não me servia de nada, porque eu não tinha tantas responsabilidades assim pra fechar o dia.

Já para o meu trabalho especificamente, onde eu preciso organizar os assuntos e conteúdos todos que preciso produzir, eu conto com o aplicativo Evernote, que é como o aplicativo do bloco de notas do Iphone, um pouco mais maduro.

Com o Evernote também demorou pra dar liga. Mas note que algumas coisas só servem para utilidades específicas. A minha necessidade por exemplo, é que eu pudesse escrever qualquer ideia que brotasse na minha cabeça no meu celular e que, quando eu estivesse em ação, trabalhando do meu computador, eu pudesse resgatar aquela anotação com a mesma facilidade, ou seja, escrever via duas mídias com acesso fácil, remoto e offline. Evernote para o meu trabalho criativo se tornou fundamental. Embora eu consiga fazer isso na planilha do Documentos Google, a forma de manuseio não é tão prática.

Já para organizações mais atemporais, digamos, as planilhas do Google são uma mão na roda. É onde eu organizo minhas despesas, meus sites favoritos (onde eu posso atualizar de forma recorrente), entre outras informações que eu não preciso acessar todos os dias e ficam organizadas de forma clara e precisa.

Mas quando eu comecei a trabalhar home-office eu estava tão empolgada que preparei um monte de planilhas, que também não vingaram. Ficaram ótimas, super aplicáveis, mas não para mim.

Por isso eu resolvi compartilhar com vocês duas delas:

➵ planilha de organização diária

➵ planilha de organização mensal

É só clicar aqui!! 

É como uma agenda em formato digital. Espero que se adeque ao seu estilo de organização!

No meu caso, no quesito organização da rotina, cada funcionalidade pode ser mais assertiva para um fim específico. Para mim, ler vários livros de organização, conhecer inúmeras metodologias, produzir etiquetas, capas, etc me deixam paranóica. Onde estou pecando? Talvez não esteja, é apenas a minha característica. Sou extremamente organizada, tanto quanto sou ou tento ser prática.

planner

E organização pode ser complexa demais às vezes, já me deparei com vários exemplos disso. Ao organizar documentos digitais (para mim mais desafiador do que organizar papelada impressa), utensílios de cozinha, fotos, entre tantas outras coisas.

Por isso o tema é profundo e pede mais posts sobre o tema. Deixe nos comentários que tipo de organização você busca para sua vida (que tipo de bagunça vem te afligindo? Haha) e e a gente pode conversar mais sobre isso!

Comments (2)

  • Renata

    21 de outubro de 2018 at 15:53

    Oi Jessica!
    Apesar de ser muito fã dos aplicativos agendas, eu não consigo usar somente eles. Preciso ter um caderninho ao lado pra poder escrever o que achar necessário. Nunca tentei o tal do bullet journal, mas não sei se me daria muito bem também. Meu método de organização consiste alinhar os apps com o que tem na agenda física, assim não há risco para esquecer um compromisso né? 😀

    Um beijo,
    Rê | https://rivieredusouvenir.blogspot.com

  • Taís

    22 de outubro de 2018 at 23:52

    Eu ainda não sei exatamente o que funciona pra mim, qual metodo de organização seria mais pratico, pq pra mim essa coisa de varias coisas elaboradas tb não funciona. tem que ser algo simples. Não testei agenda assim, apenas um carderninho que vou marcando uma lista de coisas que preciso fazer no dia.. e assim já vejo algum resultado 🙂

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post anterior

desânimo

Desânimo - o que fazer?

8 de outubro de 2018

Próximo post

Temperos, ervas e especiarias para sua cozinha

24 de outubro de 2018